Viña Montsecano

Montsecano foi uma das vinícolas que iniciou o movimento de valorização da Pinot Noir no Chile e porque não dizer na América Latina. Localizada na região de Casablanca, à 10 km do Oceano Pacífico, a vinícola fundada em 2005, é uma parceria entre Julio Donoso, do Chile e André Ostertag, do Domaine Ostertag, da Alsácia região da França. A produção é pequena, eles possuem um vinhedo próprio localizado em Las Dichas, e também compram uvas de outro vinhedo localizado em Lo Ovalle, em ambos, a condução é feita com práticas biodinâmicas. A região de Casablanca, possui um clima excelente, a brisa vinda do Oceano Pacífico e as baixas temperaturas noturnas, faz com que o amadurecimento da Pinot Noir seja perfeito, conferindo aromas frutados e bastante acidez. Além de pequena, Montsecano é dedicada somente à elaboração de dois vinhos feitos com a Pinot Noir: o Montsecano e o Refugio, em ambos, procuram intervir o mínimo possível na produção, são pura expressão do terroir! As vinhas foram plantadas em solo de argila vermelha e granito, de acordo com André Ostertag, o cultivo biodinâmico permite que as videiras sejam mais receptivas às influências sutis entre a terra e o céu. Defensores da prática biodinâmica, eles acreditam que é de grande importância que o vinicultor tenha consciência de tudo que ocorre no meio ambiente, isso faz com que o trabalho na vinha possa expressar todo o seu terroir. Os vinhos são fermentados tanto em ovos de concreto como em tanques de aço inoxidável e não recebem o envelhecimento em barricas de carvalho. O SO2 (anidrido sulfuroso) é usado em “doses homeopáticas”, quantidade mínima, apenas o necessário para proteger os vinhos.

Deixe uma resposta