Viña Cacique Maravilha

Mais de 300 anos atrás, no fim da Guerra de Arauco, a família Gutiérrez começou a escrever a história deste vinho nas terras do Secano Interior de Santa Lucia, em Yumbel. Foi nessa região, onde se testou toda a força das uvas Cotê de Rouge, Muscat de Alexandria e Listán Prieto (País), que haviam sido levadas por imigrantes Espanhóis. Esta plantação de vinhas, mais tarde foi registrada no Chile como a Vinha No. 33. A família Gutierrez utiliza há quase três séculos a cultura familiar rústica, na produção de vinhos elaborados com a uva País, uva essa, com registros de ser a mais antiga plantada no Chile e que ainda hoje, se encontra intacta nos vinhedos da família Gutiérrez. Não se utilizam nenhum tipo de intervenções químicas no vinhedo e conseqüentemente nos vinhos, tudo cultivado sem irrigação (em secano) e só se utiliza leveduras naturais das próprias uvas na produção dos vinhos. Esta tradição hoje recupera seu pleno significado. Em homenagem ao espanhol que se apaixonou pelas terras de Santa Lucia e as gerações mais antigas da família Gutiérrez que produzem esses vinhos: prestaram uma homenagem chamando respeitosamente e carinhosamente de Vinã Cacique Maravilla!

Deixe uma resposta